e-Social será um marco na história da Gestão de Pessoas no Brasil

16 de outubro de 2013 por Ação Sistemas

Antes mesmo da sua implantação, que ocorrerá a partir de 2014, o eSocial já está causando uma grande movimentação nas empresas do Brasil inteiro, algumas já soaram os alarmes e outras ainda buscam compreender o tamanho do “tsunami” que vem por aí , e o tamanho do impacto que irá causar dentro das organizações, transformando para sempre a Gestão de Pessoas.

O Sistema de Escrituração Fiscal Digital, SPED Social ou eSocial, é um grandioso e complexo   projeto que envolve Receita Federal,  Ministério do Trabalho,  INSS e a Caixa Econômica Federal, com o objetivo de unificar a transmissão das informações acessórias da área trabalhista para os diferentes órgãos de governo, usuários da informação.

O eSocial irá reunir e dar quitação a várias obrigações que atualmente são enviadas em diferentes momentos e formas. Todas as informações geradas dentro do setor de RH deverão ser transmitidas instantaneamente, além disso, deverão ser enviadas todas as declarações, resumos para recolhimento de tributos originados da relação trabalhista e previdenciária, assim como informações relevantes acerca do contrato de trabalho.

Esta centralização das informações será positiva tanto para os empregadores quanto para o Governo, ou seja, o Fisco. Para os empregadores haverá significativa redução da burocracia que envolve o tradicional sistema de entrega, e para o Governo a transmissão única permitirá identificar mais facilmente as irregularidades.

A fiscalização online multará automaticamente infrações e as empresas devem ficar atentas às exigências e prazos estabelecidos, afinal, não se trata de novas legislações, mas pode haver transtornos para os empresários devido ao grande volume de dados que são necessários.

Como se dará a transmissão das informações para o eSocial?

O envio das obrigações acontecerá de duas maneiras. A primeira será disponibilizada  somente para empresas com até dez trabalhadores e poderá ser feita diretamente no Portal e-Social. Assim, será permitida a introdução de dados manualmente para envio ao fisco.

A segunda maneira se dará pelo envio de arquivos no formato XML através de Webservices conectados através dos softwares, que darão carga em tais arquivos. Portanto, os softwares terão obrigatoriamente que estar adaptados a essa metodologia, semelhante à utilizada para a emissão das Notas Fiscais Eletrônicas.

As transmissões iniciais da folha de pagamento e dos eventos trabalhistas serão feitos através da geração de um arquivo eletrônico contendo as informações solicitadas referentes a cada evento. A formatação dependerá de qual evento está sendo informado. Todos os arquivos deverão ser assinados pela empresa eletronicamente através de certificado digital e enviados para um ambiente nacional, onde serão validados, gerando um protocolo de entrega.

Enquanto todos os dados necessários não forem submetidos,  o protocolo de entrega não será emitido, e o usuário receberá apenas comunicados com o motivo de não ter gerado o protocolo.

 

Sua empresa está preparada para o eSocial?

Entre em nosso Grupo InformAção-RH, no Linkedin, e participe do debate sobre o eSocial e os impactos na Gestão de Pessoas.

 

 

 

 


Nenhum Comentário

No comments yet.

Leave a comment

InformAo

Notícias, abordagens de temas voltados aos setores de Recursos Humanos e TI, agenda, novidades e muito mais no InformAção, o blog da Ação Sistemas.

Veja também:

© 2011 Ação Sistemas de Informática Ltda. uma empresa do Grupo Ação. Afirma.cc