Sistemas Integrados de Gestão de Pessoas

13 de agosto de 2012 por Ação Sistemas

Você sabe qual é a relevância da existência de sistemas aplicativos integrados? De uma forma análoga, queremos demonstrar a grande diferença no uso de sistemas aplicativos integrados na gestão de recursos humanos (RH) de uma organização. Os benefícios são incomensuráveis.

Os sistemas aplicativos integrados são baseados no princípio da colaboração. Este conceito é fundamentado na distribuição da captura de informações colocadas em um único repositório para que os conhecimentos e informações possam ser compartilhados entre todos os seus usuários, permitindo que não haja redundâncias e defasagens. As informações são disponibilizadas imediatamente após a sua introdução no sistema, permitindo que qualquer usuário se valha dessa informação instantaneamente.

Para melhor exemplificar, imagine estarmos efetuando a gestão de uma biblioteca. Esta gestão é auxiliada por dois sistemas básicos. O primeiro visa manter um cadastro de clientes da biblioteca, contendo os dados cadastrais bem como o acompanhamento das retiradas e entregas dos livros. O segundo sistema visa acompanhar os produtos da biblioteca, ou seja, quais são os livros existentes, seus temas, autores, edições e suas quantidades e localização de cada exemplar, e de dessa forma a sua disponibilidade.

Num sistema não colaborativo, ou não integrado, os dois sistemas podem ser utilizados e ser de grande valia para a organização. Entretanto as informações nele contida podem não ser totalmente verdadeiras, pois o que acontece num sistema não gera informação para o outro. Imaginemos então os sistemas funcionando de forma não integrada.Um cliente solicita a retirada do livro cujo código de referência é 123. O atendente deverá ir até o local de armazenagem para verificar a disponibilidade, pois esta informação está no segundo sistema de nosso exemplo. Caso o livro não esteja no referido local, a informação dada ao cliente é de que o livro não está disponível. Isso poderá não ser totalmente verdade, pois o livro pode ter sido devolvido recentemente e não ter sido possível recoloca-lo no local. O cliente então pergunta quando o livro estará disponível, o que não será possível informar.

Ao ser usado um sistema integrado, o sistema um de nosso exemplo poderá pesquisar imediatamente se o livro está disponível ou não, e caso não esteja disponível qual é a previsão de disponibilidade fornecendo as datas das devoluções de todos os exemplares existentes na biblioteca. Isso porque o repositório do sistema dois está integrado com o sistema um. O que possibilita isso é o fato de que o sistema um tem conhecimento da organização dos dados do sistema dois. De forma colaborativa, o sistema dois poderá disparar um aviso para o sistema um da chegada de uma unidade do livro solicitado. O sistema um poderá emitir um aviso para o atendente ou mesmo para o cliente, caso o sistema esteja conectado a um sistema de comunicação a distância, de que seu pedido está disponível. O sistema um fará a reserva do livro no sistema dois até que ele seja retirado, ou seja informada a desistência da retirada ou ainda se tiver  vencido o prazo de reserva.Desse modo podemos ver a incomparável dinâmica existente nos sistemas integrados bem como a velocidade com que as informações são disponibilizadas e o quanto podem melhorar a qualidade de fornecimento de produtos e serviços.

Autor: Luiz Carlos Moraes Leite – Diretor de Operações da Ação Sistemas


Nenhum Comentário

No comments yet.

Leave a comment

InformAo

Notícias, abordagens de temas voltados aos setores de Recursos Humanos e TI, agenda, novidades e muito mais no InformAção, o blog da Ação Sistemas.

Veja também:

© 2011 Ação Sistemas de Informática Ltda. uma empresa do Grupo Ação. Afirma.cc