Ação Informática expande as operações fora do Brasil

30 de setembro de 2011 por Ação Sistemas

Na matéria publicada pelo jornal Valor Econômico, o presidente da Ação Informática, Ênio Issa, fala  da atuação da empresa fora do Brasil,  sobre a expectativa de futuros investimentos e da previsão de faturamento até o ano de 2014.

A internacionalização dos clientes está levando a Ação Informática, uma distribuidora brasileira de produtos da IBM e da Oracle, entre outros fabricantes, a aprofundar a própria atuação fora do país. Com o equivalente a US$ 35 milhões para aquisições em caixa e disposição para captar recursos, a Ação procura empresas para comprar no México e planeja a abertura de um escritório em Miami para atender à América Central e ao Caribe. A empresa, com sede em São Paulo, comprou um grupo local na Argentina em 2007, e se expandiu para a Colômbia em 2009.

“Antes de começar esse processo, obtivemos um faturamento de US$ 100 milhões em 2006. No ano passado, chegamos a US$ 400 milhões. Este ano vamos crescer 20% e a meta é chegar a US$ 1 bilhão em 2014”, afirma o presidente da empresa, Enio Issa. A Ação está longe do mercado de PCs e de empresas de pequeno e médio portes. Seus clientes dividem-se entre grandes companhias, como Marcopolo, Walmart e John Deers, e o governo.

A empresa vende produtos como servidores em contratos que giram em torno de U$ 100 mil. Apesar de ter 85% de seu faturamento no Brasil, Issa fornece todos os números em dólar. “Raciocinamos em dólar para ter uma padronização melhor, já que nossos custos também são dolarizados”, diz.
Pelas projeções, em 2014 as encomendas internacionais chegarão a 35% do total. Da carteira de produtos atual, Oracle e IBM respondem por partes iguais de dois terços do que a Ação vende. O terço restante são de fabricantes como Lenovo, Novell e EMC.

O empresário diz seguir os passos de seus maiores concorrentes no Brasil, como a Ingram e a Avnet, que são empresas transnacionais e também distribuem produtos da IBM. “É uma necessidade para ter ganho de escala. Não dá para ficar restrito ao Brasil. Fabricante algum de software ou equipamentos garante exclusividade e esse mercado é uma carnificina”, afirma.

Na Argentina, onde a Ação atua desde 2007 em parceria com sócios locais, sob o nome Aktio, os contratos com o poder público são o principal motor de faturamento, da ordem de US$ 24 milhões no ano passado. A empresa distribui para o governo argentino produtos da IBM dentro dos programas de informatização de escolas e de fornecimento gratuito de TV digital para a população atendida por programas sociais do governo. A Aktio também é distribuidora para o Uruguai e o Chile.

Fonte: Valor Econômico online


Nenhum Comentário

No comments yet.

Leave a comment

InformAo

Notícias, abordagens de temas voltados aos setores de Recursos Humanos e TI, agenda, novidades e muito mais no InformAção, o blog da Ação Sistemas.

Veja também:

© 2011 Ação Sistemas de Informática Ltda. uma empresa do Grupo Ação. Afirma.cc